É Você satanás?

Resultado de imagem para exorcismo

Tudo o que envolve o processo de ter o corpo tomado pelo mal - e uma retrospectiva com os casos mais famosos e chocantes


Não adianta: as religiões podem não ser as mesmas, mas todas elas contam com alguma explicação que enfatiza que sim, o mal está entre nós.
 O espiritismo, por exemplo, acredita que espíritos inferiores, ainda procurando evoluir, podem atormentar as pessoas em busca de vingança. O islamismo tem os djinns, espíritos maléficos que precisam ser afastados por meio de leituras do Alcorão. O judaísmo foi a primeira religião a praticas rituais de repulsão do demônio, que incluíram a queima de certas ervas.
 Por fim, as representações hollywoodianas geralmente focam nos símbolos católicos na hora de nos fazer temer as entidades diabólicas que se apossam do corpo de meros mortais, e que exigem sua e expulsão imediata. Ainda assim, muitas questões estão em jogo antes dos religiosos tomarem uma atitude drástica dessas.
Exorcismo de Thomas B. Allen – DarkSide Books <3

Não é tão simples quanto pensa
 O catolicismo enfatiza que, na verdade, o foco do demônio está muito mais nas tentações do que nas possessão propriamente dita - algo bem mais raro. Porém, acontece. Quando as suspeitas começam, é preciso chegar corretamente se o caso  em questão não consiste em um quadro de doença mental, por exemplo. Eliminadas todas as hipóteses, é preciso realizar o exorcismo e expulsar o diabo de uma vez por todas.
As práticas exorcistas são reguladas pelo manual católico atualizado em 2005 por João Paulo II o Ritual de Exorcismo e Outras Súplicas. É preciso ter autorização do bispo, e o padre responsável deve contar com conhecimentos especializados e alguns objetos, como a cruz para professar ritos e orações, água benta e óleo. 
 Existem diversos casos que desafiam a ciência e o próprio ceticismo de muita gente, no Brasil e no mundo. A seguir, selecionamos os mais assustadores entre eles.

Resultado de imagem para exorcismo
Comportamento estranho
Entre as características geralmente apresentadas por quem está sob possessão demoníaca, incluem-se a força sobre-humana, ofensas contra Deus, Jesus, Santos e anjos ( a chamada blasfêmia), falar outras línguas, geralmente estranhas ou mortas (xenoglossia), além de os possuídos se tornarem mais agressivos e se afastarem de locais sagrados, como igrejas e altares.
Resultado de imagem para roland doe exorcism
Roland Doe*
A trajetória assustadora de Roland Doe/Robbie Mannheim inspirou o clássico dos clássicos: O Exorcista (1973). Tudo começou quando, ensinado por sua tia Harriet, o garoto aprendeu a usar a tábua Ouija (alguém ai se lembrou do filme?), instrumento de comunicação com espíritos. Quando a tia morreu, ele passou a utilizar a tábua para tentar falar com ela. E os fenômenos tiveram início: objetos se moviam sozinhos com a força do pensamento, barulhos estranhos como passos e arranhões eram ouvidos pela casa e marcas aterrorizantes apareceram na pele dele. Consultado por pastores luteranos e psiquiatras (sem sucesso), não houve outra alternativa a não ser apelas para o exorcismo. Foram 30 longas sessões com a aversão do garoto por objetos sagrados chegando ao limite, a cama tremendo loucamente e o padre quebrando o nariz, a tamanha força de Roland/Robbie. Na última sessão, um estrondo e uma voz que disse ''Acabou, acabou''. O garoto não se lembrava de mais nada e os tormentos acabaram. 

Resultado de imagem para roland doe exorcism
Anneliese Michel
Morreu de medo do O exorcismo de Emily Rose (2005)? Pois bem, assim como o trailer dizia, trata-se de uma História ''Baseada em fatos reais'' - com adaptações. O caso em questão é de Anneliese Michel. Jovem diagnosticada por transtornos como epilepsia, depressão e esquizofrenia, ela não se livrava das vozes em sua cabeça, que declaravam que arderia eternamente no inferno e que a salvação não era uma alternativa. Anneliese agredia familiares, rasgava sua vestimenta, mutilava-se, destruía cruzes e crucifixos, fazia xixi pela casa e comia aranhas e moscas. A possessão demoníaca acabou sendo considerada pelos pais, e em setembro de 1975 obtiveram autorização para o exorcismo. Ao todo, foram 67 sessões comandadas pelo vigário Ernst Alt por longos meses. Destruída por tantos procedimentos, ela faleceu em 1º de julho de 1976, livre dos demônios, aos 23 anos.

Resultado de imagem para Clara germana Cele
Clara Germana Cele
Quem procura, acha. No caso, Clara Germana Cele relatou a um padre que havia procurado o demônio e feito um pacto com ele. Dois dias depois, os sinais: línguas misteriosas sendo faladas, aversão pelo sagrado, gritos ensurdecedores e um conhecimento surpreendente sobre a vida de pessoas que mal tinha visto. O exorcismo foi comandado por dois padres (um, ela tentou estrangular) e testemunhas juram de pé junto que viram Clara levitar. Depois de quase 48 horas ininterruptas de ritual, Clara se livrou do mal.
















0 comentários: