Vida Estranha


Então pessoal,venho aqui relatar mais acontecimentos dando continuaçao ao relato "casa estranha", porém esses fatos aconteceram na minha antiga casa, já na capital potiguar. Era uma casa normal apesar de ser um pouco grande, e de conter vários moveis e objetos herdados de família. A casa só vinha apresentar coisas estranhas na parte da chegada da noite, e na madrugada. Eis algumas coisas estranhas:
- O ferrolho da porta que dava ao quintal toda noite era puxado pra trais ou pra frente quando estava aberto..dava para se ouvir o barulho.
- Vozes que te chamava mais nao era absolutamente ninguem.
- Quando se estava olhando em algum espelho dava para notar algumas sombras passando rapidamente pela porta do banheiro.
- Algumas coisas que você tinha certeza de não ter colocado ali.
- Certa vez eu estava no pc e no meu lado tinha um espelho. Nesse dia estava eu, minha irma e a empregada em casa. Quando alguém entra no mesmo quarto do pc e começa se olhar no espelho. Era uma sombra em forma de pessoa (braços e pernas), porém era uma fumaça preta e com olhos brancos. Ela entra e começa se olhar no espelho, e eu observo tudo pelo rabo de olho. Quando minha empregada se aproxima do quarto ela sai normalmente, quando a empregada chega no quarto eu descubro que minha irmã ainda estava no quarto dormindo. Só ai eu me toquei que eu tinha visto algo anormal.
- Dois dias antes de me mudar daquela casa eu tive que dormir no quarto dos meus pais pois minha cama ja tinha ido na mudança. A noite eu olhando para o teto vejo um flash saindo de um retrato de cristo e indo em disparada ao teto, como se quizesse sair da casa. Um dia antes da mudança, quando essa cama foi retirada, eu notei um rosto humano na parede parecido com o Santo Sudário.
- No meu primeiro dia de academia eu tinha que levantar as 7:00, porém eu acordei 7:30 com alguem tocando meu ombro, mas não era ninguém!
- O vigia da minha casa disse que na época que minha irmã e minha mãe começaram a frequentar o centro espírita, toda noite ele escutava alguém chamando uma das duas no portão, mas ele ia lá e não era absolutamente ninguém.
- Quando a vizinha morreu ele disse que acordou de madrugada e viu uma mulher de branco olhando pra ele parada do jardim. Quando ele se levantou ela entrou no corredor lateral da casa e desapareceu!
- Meu pai quando ainda vivo dormia na rede e muitas noites ele dormindo chamava "mamãe ou papai", os meus falecidos avós.
- Certa vez, eu dormindo de tarde na cama acordei olhando para a parede e atrás de mim tinha uma janeja. Se alguém ficasse na janela olhando pra dentro do quarto dava pra ver a sobra dentro. Eu acordei e vi essa sombra, fui levantando devagarzinho, sempre concentrado, só que essa sombra virou de lado e andou até o quintal sem fazer nenhum barulho, e olha que o chão onde ela estava era cheio de pedra.
Bom espero que gostem desse relato. Em breve postarei mais! Abraços.

0 comentários: