Os Gatos neutralizam as energias negativas da Casa (PARTE 2)

Eu amei esse texto e considero muito alguns pontos que foram abordados.

                     
Que nossos queridos felinos tem seu lado místico de ser ninguém pode negar:                      
Por que os gatos dormem bem próximos de nós?
Os gatos têm uma conexão mágica com o mundo invisível. Assim como os cães são nossos guardiões no mundo físico e dão a vida para salvar nossa pele, os gatos são nossos protetores no mundo da energia espiritual e atuam para proteger nossas almas contra ataques espirituais baixos.
Durante o tempo gasto acordado, o gato vai “limpar” a sua casa contra energias intrusas. Quando você dorme, ele filtra e transforma essa energia. O gato muitas vezes pode ficar com uma baixa circulação para ativar essa área Chi de energia vital. Muitas vezes, o gato olha para um “nada” a concentrar-se totalmente seguro… ele vê coisas que não vemos, de insetos microscópicos a seres de outras dimensões. Muitas vezes, o seu gato vai para uma casa isolada e começa a miar, não é só atenção que ele quer, é uma espécie de aviso que ele está dando: a qualidade da energia que precisa melhorar no lugar. Os nossos problemas e a tensão diária são absorvidos pelo gato. Quando é demais e o lugar é cheio de energia negativa, é comum para o gato ficar mais fraco. Claro que o gato não é o único responsável pelo balanço de energia da casa, mas para ele é muito difícil ter que fazer mais. Quanto mais há harmonia no seu ambiente, menos ele terá de filtrar a energia negativa e, consequentemente, será mais feliz e mais saudável.
                                                            
Quando dormimos nossos corpos astrais são separadas do corpo físico e vão para uma quinta dimensão, a dimensão sem tempo ou espaço: a dimensão em que estamos quando sonhamos. Devido à falta de treinamento e preparação, na maioria das vezes não enxergamos essa dimensão, uma vez que é, ao invés do “disfarce”, codificado como nossos conteúdos psíquicos inconscientes. Os gatos costumam nos acompanhar e nos proteger nestas viagem astrais ou protegem nosso corpo astral, além de cuidar de nós contra energias de espíritos indesejáveis quando estamos dormindo. Estas são as razões por que eles gostam de dormir com a gente na cama.
                                      
Os gatos também monitorizam o nosso progresso. Durante a sua vida com a gente, eles transmitem informações para dimensões maiores, servindo como radares e transmissores. Além disso, é como transformadores de energia que ajudam na cicatrização, desempenhando um papel similar ao dos cristais.Os gatinhos são mestres, eles nos ensinam a amar. Um amor livre, não submisso, respeitador para com as diferenças. Assim, muitas pessoas têm dificuldade em viver com os gatos achando-os “interessados”. Primeiro, você tem que ganhar a confiança do gato. Então você tem que aprender a respeitá-lo. Ele vai demonstrar afeto quando realmente estiver pronto, e não quando você mande. Os gatos refletem amor. Do ponto de vista energético, as pessoas que são alérgicas a gatos são as pessoas que têm dificuldade para deixar o amor entrar em suas vidas. De acordo com Caroline Connor, se há muitas pessoas na família e apenas um gato, este pode ser sobrecarregado absorvendo toda a negatividade. É bom ter mais de um gato para dividir a carga entre eles, especialmente nesses casos.
                 
                               
Se você não tem um gato, e de repente você recebe um em sua vida é porque você precisa de um gatinho em um momento específico. O gatinho está querendo te ajudar. Se você não pode acomodá-lo, é importante encontrar uma casa. O gatinho veio a você por algum motivo que você não consegue entender fisicamente, mas você pode descobrir através de sonhos. Muitas vezes, o gatinho aparece, faz o trabalho e vai embora.
Fique atento para como os gatos reagem a visitas em sua casa. Muitas vezes eles estão tentando proteger-se de campo de energia negativa ou pesada.
                                            
                                                     Que fofinho ! ↑↑

0 comentários: