Bunnyman


O Bunnyman é uma lenda urbana que provavelmente se originou a partir de dois incidentes em Fairfax County, Virginia, em 1970, mas se espalhou por toda a área de Washington DC.

Existem muitas variações para a lenda, mas a maioria envolve um homem vestindo uma fantasia de coelho ("roupa de coelho") que ataca as pessoas com um machado. Muitas variações ocorrem em torno do Viaduto Colchester, uma linha ferroviária do sul abrangendo a Rodovia Colchester, perto de Clifton. O Viaduto Colchester é geralmente referido como "Ponte do Homem Coelho".


Variações da história incluem a origem do Bunnyman, os nomes, os motivos, as armas, as vítimas, a descrição da fantasia de coelho ou a falta dela, e a possível morte do Homem Coelho. Em alguns relatos o fantasma do homem Coelho ou o espectro envelhecido é dito sair do seu local de morte, todo ano no Halloween, para comemorar a sua morte. Em alguns relatos, os corpos das vítimas são mutilados.

Brian Conley A., Historiador-Arquivista da Fairfax County Public Library, realizou uma extensa pesquisa sobre a lenda do Bunnyman. Ele localizou dois incidentes de um homem em um traje do coelho ameaçando pessoas com um machado. Os relatórios de vandalismo ocorreram com uma semana de intervalo, em 1970, em Burke, Virginia. 

O primeiro incidente foi relatado na noite de 19 de Outubro de 1970 pela Força Aérea dos EUA Academia, Cadete Bob Bennett e sua noiva que estavam visitando parentes na Estrada Guiné em Burke. Por volta de meia-noite, quando retornavam de um jogo de futebol, eles estacionaram o carro em um campo na Estrada Guiné para conversar. Como eles se sentaram no banco da frente com o carro correndo, eles notaram algo se movendo fora da janela traseira. Momentos depois, a janela do passageiro da frente foi destruída e havia uma figura vestida de branco em pé perto da janela quebrada. Bennett virou o carro enquanto o homem gritava com eles sobre invasão de propriedade, incluindo "Você esta em uma propriedade privada e eu tenho o seu número da placa." Enquanto dirigia pela estrada, eles descobriram um machado no chão do carro. 

Quando a polícia pediu uma descrição do homem, Bob insistiu que ele estava vestindo uma roupa branca com orelhas de coelho longas, mas sua noiva se lembrou de algo branco e pontudo como um capuz Ku Klux Klan. Ambos lembravam de ter visto seu rosto claramente, mas na escuridão não podiam determinar sua raça. A polícia devolveu a machadinha para Bennett depois de exame. Bennett foi obrigado a relatar o incidente em seu retorno para a Academia da Força Aérea. Mais tarde, foi confirmado no registro da Polícia de Fairfax que o homem estava vestindo uma roupa de coelho com orelhas, não vestes da Ku Klux Klan.


O segundo avistamento relatado ocorreu na noite de 29 de outubro de 1970, quando o guarda de segurança de construção Paul Phillips abordou um homem de pé na varanda de uma casa inacabada em Kings Park West na Estrada Guiné. Phillips disse que o homem estava vestindo uma roupa de coelho cinza, preto e branco e tinha cerca de 20 anos de idade, 1,73 m de altura, e pesava cerca de 79 kg. O homem começou a cortar uma coluna da varanda com um machado de cabo longo, dizendo que "Todos vocês invadiram aqui. Se vocês não sairem daqui, vou rebentar-lhe na cabeça. "

A Polícia Fairfax County abriu investigações sobre os dois incidentes, mas ambos acabaram sendo fechados por falta de provas. Nas semanas seguintes aos incidentes, mais de 50 pessoas em contato com a polícia afirmando ter visto o "homem coelho." Vários jornais noticiaram o incidente do "Bunnyman" comer o gato de um homem, incluindo os seguintes artigos no The Washington Post: 

"Homem na Roupa de Coelho, Procurado em Fairfax" (22 de Outubro de 1970) 

"O 'Coelho' reaparece" (31 de outubro de 1970)

"Homem Coelho avistado" (4 de novembro de 1970)

"Relatórios do Coelho estão se multiplicando" (6 de Novembro de 1970)


Marilyn Manson, sempre com referencias macabras, tem "Mulheres Coelhos" no seu clipe Tainted Love


Em 1973, a estudante Patricia Johnson de Universidade de Maryland apresentou um trabalho de pesquisa que narra precisamente 54 variações sobre esses dois eventos.

A lenda tem circulado por anos em várias formas. Uma versão nomeia um suspeito e um local específico foi postado em um site da web no final de 1990 por um "Timothy C. Forbes". Esta versão afirma que em 1904, um asilo prisional em Clifton, Virginia foi fechado por uma bem sucedida petição da crescente população de moradores de Fairfax County. Durante a transferência dos presos para uma nova instalação, o transporte quebra; alguns prisioneiros escaparam ou foram encontrados mortos. A equipe de busca encontra todos, exceto um. Durante este tempo, os moradores, supostamente, começaram a encontrar centenas de carcaças, carcomidas de coelhos penduradas em árvores nas áreas ao redor.
Outra busca na área foi encomendada e a polícia localizou os restos de Marcus Wallster, deixada de forma semelhante às carcaças de coelho, penduradas em uma árvore próxima ou debaixa de uma ponte localmente conhecida como a "Ponte do Homem Coelho" ao longo da linhas ferroviárias na Estrada Colchester. Funcionários citaram o último preso desaparecido, Douglas J. Grifon, como suspeito e chamaram-no de "o homem coelho".
 Nesta versão, as autoridades finalmente conseguiram localizar Grifon, mas, durante a sua tentativa de prendê-lo no viaduto, ele quase escapa antes de ser atingido por um trem, onde o transporte de prisioneiros quebrou. Dizem que depois que o trem passou a polícia ouviu um riso vindo do local. Eventualmente foi revelado que Grifon foi internado pela morte de sua família e as crianças no domingo de Páscoa. Durante anos após a morte do "Homem Coelho", quando se aproxima da época do Halloween, carcaças de coelho são encontradas penduradas no viaduto e áreas ao redor. Uma figura é reportada sendo vista pelos transeuntes fazendo seu caminho através do túnel debaixo da ponte. Conley diz que esta versão é comprovadamente falsa.
Entre outras inconsistências, Conley observa que "nunca houve um asilo para loucos em Fairfax County", que "A Prisão Lorton não veio à existência até 1910, e até então era um braço do Distrito de sistema de correções Columbia , não da Virginia. "Registros Tribunais também mostraram a inexistência de um Grifon ou Wallster. O cryptozoologista Loren Coleman, através de seu blog Cryptomundo e no livro Estranha Virginia, que tem uma seção sobre o homem Coelho, vê uma relação direta entre a lenda do coelho homem e a do Goatman da cidade vizinha Maryland.

Por causa de sua associação com a lenda, o Viadulto Colchester é um destino popular para os entusiastas paranormais e curiosos. O Viadulto Colchester foi construído por volta de 1906 perto do local da Estação de Sangster, uma estação de trem da era da Guerra Civil que era uma vez a Ferrovia Laranja e Alexandria. O interesse aumenta por volta da época de Halloween e começou no ano de 2003. As autoridades locais começaram a controlar o acesso à área durante esse tempo. Durante o Halloween de 2011 mais de 200 pessoas, algumas de lugares tão distantes como o estado de Pensilvânia / Maryland.

0 comentários: