Meu Alimento




Já faz uma semana que eu e minha filha estamos perdidos nessa floresta, sem nenhum meio de nos comunicar com a civilização ou qualquer suprimento. Tudo por causa daquele louco psicopata que apareceu enquanto acampávamos.

Ele nos caçou até o fundo da floresta. Eu não acho que ele está nos seguindo mais. Provavelmente ele ficou entendiado ou foi comido por um urso selvagem. Entretanto, ele é o menor dos meus problemas agora. Enquanto a noite gelada se aproxima e a luz começa a ir embora pela oitava vez, eu temo pela sobrevivência de minha filha. Não é possível sobreviver sem comida por tanto tempo.

Se existir um deus ou qualquer tipo de poder maior, por favor, apenas salve minha filha. Eu imploro, salve a vida dela. Por favor, deixe meu anjinho viver. Eu sou capaz de sacrificar qualquer coisa... Tudo por ela. Faria qualquer coisa para que ela pudesse continuar viva e sorrir com seu pequeno e lindo sorrisinho. Por favor... Por favor...

"Papai"

"Meu anjo, por favor, não se mexa. Você precisa conservar energia."

"Estou com fome papai..."

"Eu sei meu amor. Papai vai achar alguma coisa para você comer logo. Vai ficar tudo bem."

"Papai...?"

"Sim, querida?"

"Você parece delicioso..."

0 comentários: