A Família Woodstayne

                                       


No ano de 1997, a família Woodstayne se mudou para uma casa muito antiga no interior do Texas. Ela era relativamente grande, nela haviam quatro quartos, uma sala imensa, cozinha e dois banheiros, um em cada andar.

A família era composta por um casal e seus dois filhos pequenos . Os filhos não eram a favor dos pais em se mudarem para lá, pois haviam boatos que já havia acontecido diversos assassinatos na casa e que por conta disso a mesma era assombrada. Os pais, no entanto, nunca deram tanta atenção aos filhos, e afinal, era a única casa que tinham condições de comprar na época, e estava praticamente de graça.

Não precisou passar tanto tempo na casa para eles começassem a notar fenômenos estranhos no local; coisas fora do lugar, barulhos de madrugada, passos estranhos, objetos quebrando, entre outras coisas que eles preferiram deixar em segredo.

Mesmo com tantos problemas, eles permaneceram lá por bastante tempo, até que um dia, um de seus filhos apareceu com um arranhão, alegando que uma criatura branca bizarra que ele nunca havia visto o atacou enquanto dormia em seu quarto junto à seu irmão.

Os pais, assustados com o relato do filho e o arranhão que ele havia ganhado nas costas, decidiram colocar três câmeras na casa. Uma na sala, outra foi colocada no quarto do casal e a ultima, por fim, no quarto dos garotos.

Após três dias depois de colocarem as câmeras na casa, conseguiram algo realmente estranho, uma foto que havia lhes chamado atenção, que fez com que a família decidisse sair de lá imediatamente.


0 comentários: